26 de junho de 2019

As instituições financeiras se deram conta do quão importante é o preparo educacional dos herdeiros para que sejam capazes de manter a saúde e longevidade do negócio de seus familiares, seja trabalhando nele, seja abrindo mão dele, se for essa a opção. A maior parte dos grandes bancos iniciou esse movimento há cerca de uma década e agora estão colhendo frutos, como a fidelização de um seleto grupo de clientes. São vários os tipos de programa voltados à geração dos millennials – que hoje têm em sua agenda o empreendedorismo e a preocupação com os impactos sociais e ambientais.

Continue lendo na Forbes.